Advertisement

Revitalização das vias na Região Oceânica é tema de Café Empresarial

De acordo com autoridades, os investimentos municipais superaram a marca de R$ 1,5 bilhão


O Secretário Municipal de Obras Vicente Temperini falou sobre o planejamento das obras na Região Oceânica, que superou R$ 1,5 bi de investimentos em quase 12 anos de governo. Dentre as principais intervenções estão os estudos e obras de alargamento das vias para a fluidez no trânsito, obras de drenagem, pavimentação e projetos que irão contemplar também as comunidades. O anúncio foi feito no início da manha desta terça-feira, no Café Empresarial da CDL Niterói, que contou com a presença de empresários locais e sociedade.

O Presidente Luiz Vieira trouxe o tema para que fosse possível pensar a revitalização dos bairros da R.O como um investimento de valor para o comércio, além da valorização dos imóveis e ao mesmo tempo esclarecer as dúvidas e ouvir novas sugestões de melhorias. Além de Temperini, outras autoridades municipais estiveram presentes, dentre eles o Diretor de Obras da Empresa Municipal de Moradia, Urbanização e Saneamento (EMUSA), Lincoln Silveira, o Subsecretário Municipal de Obras, Humberto Crispino e membros da diretoria da CDL Niterói.

“A Secretaria está estudando alguns projetos para garantirmos a fluidez no trânsito, o alargamento das calçadas e vias, além da implantação de mais ciclovias. A Avenida Central é um dos pontos estudados. Vamos trabalhar para minimizar o efeito gargalo nas vias de acesso à Região Oceânica”, disse Temperini.

O encontro foi oportuno para que empresários pudessem cobrar intervenções de melhorias nos pontos onde ainda precisam de atenção, em especial com obras de drenagem para evitar alagamentos. Foram citadas as Ruas Paulo Alves, Pereira Nunes, Nilo Peçanha e outras do Ingá, assim como pontos do Largo do Marrom e ruas de Santa Rosa e Icaraí.