Advertisement

Febraban Tech 2024: MB Labs destaca solução que acelera a fintechzação de empresas em até 80%


Com tecnologia proprietária, o grupo ajuda empresas que querem se fintechzar com time-to-marketing até 3 vezes menor do que é comum hoje no mercado


Projetado pela MB Labs, o Bankeiro é definido como um lego de soluções para o
canal digital de uma fintech e também de bancos digitais


O Grupo MB Labs, ecossistema de tecnologia financeira especializado em consultoria e desenvolvimento de aplicativos e plataformas digitais, estará com um stand na 34º edição do Febraban Tech, maior evento de tecnologia e inovação do setor financeiro, que acontece entre os dias 25 e 27 de junho, no Transamérica Expo Center, em São Paulo. Este ano, a empresa participa como patrocinador SILVER, com espaço localizado na D111. 


A MB Labs vai focar a participação em sua principal vertical de negócio, o Bankeiro, desenvolvido internamente, pensado e projetado para banking, que atende as necessidades e detalhes importantes na construção de um mobile banking e internet banking. Ao utilizar o serviço, as empresas conseguem agilizar em até 80% o tempo de implantação de todos os softwares necessários e um time-to-marketing até 3 vezes menor do que é comum hoje no mercado. Além disso, a empresa vai apresentar as evoluções conquistadas com a ferramenta, como: Funcionalidades de PJ (firmas e poderes, alçada de aprovação e onboarding); Middleware orquestrador e integrador; Open Finance e PIX Direto/Indireto; BI e CRM focado em Banking, entre outros. 


Este é um dos principais eventos do setor para a MB Labs. De acordo com Renan Basso, co-fundador e diretor de negócios, o objetivo é fomentar novas conexões e apresentar as soluções financeiras que ajudam as empresas a se fintechzarem, ou seja, oferecer produtos financeiros para seus parceiros e clientes. “Além disso, o Bankeiro também pode levar modernidade para as instituições financeiras tradicionais, atualizando seus canais com uma UX atual e contemporânea como a usada pelos bancos digitais”, comenta.


Segundo Basso, os principais motivos que levam uma empresa a se fintechzar são: criar uma nova fonte de receita, com uma operação simplificada e de baixo custo e reter clientes. Além disso, o executivo revela que as soluções financeiras que costumam dar lucro mais rápido são as operações de crédito ou empréstimo. “Geralmente dão lucro no primeiro ano. Outros serviços costumam demorar, em média, dois anos para alcançar o ROI”, comenta. O especialista ainda diz que o primeiro passo para iniciar o processo de fintechzação e passar a oferecer soluções financeiras para os clientes é alugar uma solução de Banking as a Service (BAAS). “Os custos de implantação e sustentação são muito menores para uma ser um "banco próprio", destaca.


Atualmente a MB Labs conta com mais de 60 clientes do mercado financeiro, entre eles: Fintechs, Bancos Comerciais, Instituições de Pagamentos, DTVM, SCD, CSFI (Financeiras) e Corretoras. Além de Renan Basso, estarão no evento Marcello Marabita, co-founder e diretor de operações, e Leonardo Nori, co-founder e CTO.