Advertisement

Unidos da Tijuca contrata diretor artístico para o Carnaval 2025

Ator, coreógrafo, dançarino e estudioso da linguagem corporal, Pablo Guerreiro assume o posto

Disposta a buscar o quinto título de sua história no carnaval carioca, a Unidos da Tijuca segue identificando demandas e preenchendo a equipe com profissionais capacitados. Nesta semana a escola fechou a contratação Pablo Guerreiro. O ator, coreógrafo, dançarino e estudioso da linguagem corporal exercerá o cargo de diretor artístico na amarelo ouro e azul pavão do Borel. O convite partiu do diretor de carnaval,  Fernando Costa.

Ultrapassar fronteiras e levar a bandeira do samba e dos ritmos herdados da ancestralidade africana aos quatro cantos do mundo tem sido uma rotina na vida de Pablo Guerreiro. O gaúcho de Porto Alegre celebra 20 anos de carreira percorrendo diferentes países onde promove workshops que envolvem muito mais do que a arte do samba no pé. Filho e neto de sambistas, usa o sobrenome Guerreiro com o orgulho de quem teve que superar todas as dificuldades em busca do reconhecimento. Inspirou-se em Michael Jackson, mergulhou no universo da dança afro, foi lapidado por Jaime Arôxa e Mestre Dionísio, até tornar-se um dos profissionais mais requisitados no meio. Pablo gosta de frisar que o diferencial de seu trabalho gira em torno do letramento corporal, isto é, do entendimento do aluno com o seu corpo em movimentos e, para chegar a estes resultados, ele bebeu da fonte, observando e estudando com diferentes profissionais.

 - Meu objetivo é potencializar os artistas tijucanos. Eu acredito que o samba é uma tecnologia ancestral que potencializa nossos corpos para um bem viver, só que para além de gerar todo esse axé, nos possibilita chegar na máxima potência do que somos. Então, com toda experiência que tenho nas artes, juntamente com minha equipe, iremos fazer os artista tijucanos encontrarem o melhor caminho para chegarem nesse objetivo individual que contribuirá para o coletivo e somado as bênçãos de Logun-Edé conseguiremos o melhor resultado para o carnaval de 2025 - enfatiza o novo diretor.

Com uma carreira internacional já consolidada, Pablo participou do International Samba Congress 2023. Na Europa, além dos workshops em estúdios de dança, ministrou palestras e participou de eventos em universidades renomadas, sempre propagando a cultura ancestral e o samba. Também realizou oficinas na Suíça, França, Inglaterra, Finlândia, Polônia, Irlanda e Bélgica, sendo sua primeira vez nos três últimos países. No carnaval carioca foi bailarino da comissão de frente do Salgueiro, Mangueira, Vila Isabel e União da Ilha. Assistente de coreografia da Vila Isabel com Jaime Aroxa, coreógrafo das comissões de frente do Acadêmicos do Dendê, Vigário Geral e Raça Rubro Negra e diretor artístico do Acadêmicos do Cubango. Em 2024, logo após o carnaval, viajou à Rússia, onde, além das tradicionais oficinas, também palestrou sobre o samba e o carnaval como heranças ancestrais com sua participação sendo exibida ao vivo pela TV Brics. 

 

- O foco sempre é propagar a nossa cultura tendo o samba como representante maior de nossa herança cultural. A Unidos da Tijuca tem um enredo belíssimo que possibilita um estudo profundo de nossa ancestralidade. Vamos vestir as cores da escola, que também são as de Logun Edé para contar essa história como ele merece -  comenta ele que, em ainda para este ano, já tem workshops agendados também nos Estados Unidos.

A amarelo ouro e azul pavão do Morro do Borel desfilará dia 03 de março de 2025, segunda-feira de carnaval na Marquês de Sapucaí pelo Grupo Especial com o enredo “Logun-Edé – Santo Menino que Velho Respeita” do carnavalesco Edson Pereira.