Advertisement

Dirigido por Victória Ariante espetáculo “Exausta, Em Cena” discute ansiedade nas redes sociais

 

Com direção e concepção de Victoria Ariante, o monólogo em cartaz no Teatro Horus, em São Paulo, discute a influência das redes sociais na vida real.

 

Com discussão sobre ansiedade e aceitação, o espetáculo “Exausta, Em Cena” leva as redes sociais e seus fantasmas para o teatro por meio de um monólogo idealizado por Carolina Romano, com coordenação dramatúrgica de Maria Giulia Pinheiro e direção e concepção de Victoria Ariante.

 

A história apresenta a personagem Exausta, que depois de viralizar nas redes sociais com um filtro do Instagram, se vê motivada a largar seu emprego tradicional em busca do reconhecimento como artista visual. Tudo parece funcionar a seu favor, até que a ansiedade volta para acabar com seus sonhos e ela se vê em uma guerra interna que a obriga a encarar suas partes mais feias.

 

Por meio do drama, a peça trata da existência exaustiva do jovem adulto moderno e das aflições de uma artista ao buscar pertencimento e reconhecimento por seu trabalho. Discutindo também a influência das redes sociais sobre a vida e os sentimentos desse jovem, e a personagem vive um grande dilema com os números, likes e interações, que dão a ela uma falsa sensação de aceitação. Além dessas discussões, o grande tema do espetáculo é a ansiedade, abordando o processo de adoecimento mental de uma artista visual, bem como dos caminhos possíveis para que ela consiga se curar e reerguer.

 

A diretora Victoria Ariante é bacharel em artes cênicas pela Escola Superior de Artes Célia Helena, com formação em teatro musical na 4Act Performing Arts e especialização em Nova York, e bailarina clássica pela Royal Academy of Dance. No audiovisual, fez campanhas publicitárias para Banco do Brasil, Unilever, Bradesco e Hellmann's, além de participação no filme Mamonas Assassinas. Dirigiu o premiado espetáculo “Se Essa Lua Fosse Minha”, com o qual foi indicada a melhor direção pelo Broadway World e eleita umas das melhores direções pelo portal Observatório do Teatro, além de indicação ao Prêmio APTR de 2024. Foi preparadora de elenco em “Pluft, o Fantasminha”, contemplado na Série Espetáculos Didáticos do Teatro Usiminas, em MG; diretora de movimento em “Cargas D'Água - Um Musical de Bolso” e diretora associada da referida montagem em Londres, sob o título de “Out of Water - A Brazilian Pocket Musical”. Em 2023, assinou direção de movimento no espetáculo inédito “Voz de Vó”, com direção de Sara Antunes e supervisão artística de Vera Holtz, indicado a 5 categorias no Prêmio APCA, incluindo melhor espetáculo infantil-juvenil; foi assistente de direção e coreografia no espetáculo “João e Maria”, no Teatro Santander, e coreógrafa residente de “Grease” e “O Guarda Costas - O Musical”, ambas no Teatro Claro. Atualmente, dirige o monólogo musical “Donatello”, de Vitor Rocha e com músicas de Elton Towersey; diretora e coreógrafa de “Alice - O Musical”, montagem acadêmica do Estúdio Broadway; e assistente de direção e diretora residente de “Petshop - O Musicão”, com direção de Fernanda Chamma em cartaz no Teatro Bravos.

 

A peça está em cartaz no Teatro Horus - Centro Cultural OCA, localizado na Mooca, com apresentações nos dias 14 e 21 de junho, sempre às 20h. Dia 14 de junho haverá uma roda de conversa após o espetáculo.

 

Serviço:

“Exausta, Em Cena”

Únicas apresentações

Dias 14 e 21 de junho

Sextas-feiras, às 20h

Teatro Horus - Centro Cultural OCA - Rua Juventus, 28 - Parque da Mooca

Ingressos: R$50,00 e R$25,00

Venda online: https://www.sympla.com.br/produtor/exaustaemcena

Duração: 60 minutos

Classificação etária: 12 anos