Advertisement

CAIXA ASSINA PROTOCOLO DE INTENÇÕES COM BANCOS PÚBLICOS

 

Objetivo é discutir ampliação da capilaridade da rede de atendimento

e democratização de acesso a produtos e serviços bancários

 

Nesta quarta-feira (19), a CAIXA firmou protocolo de intenções com o Banco do Brasil (BB), Banco do Nordeste (BNB) e Banco da Amazônia (BASA) que estabelece a criação de um grupo de trabalho multidisciplinar para discutir parcerias entre as instituições. O objetivo do protocolo é ampliar e melhorar o atendimento ao cidadão. A cooperação entre os bancos possibilitará uma oferta ampla de serviços e, por consequência, facilitará o acesso a produtos financeiros.

 

O encontro contou com as presenças da presidenta da CAIXA, Maria Rita Serrano; da presidenta do BB, Tarciana Medeiros; do presidente do BNB, Paulo Câmara; do presidente do BASA, Luiz Lessa; do secretário executivo do Ministério da Fazenda, Dario Durigan; da .secretária de Coordenação e Governança das Empresas Estatais do Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos, Elisa Vieira Leonel; do secretário de Gestão Corporativa do Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos, Cilair Rodrigues de Abreu; além de vice-presidentes dos bancos.

 

A presidenta da CAIXA, Maria Rita Serrano, ressalta que “o protocolo é um marco histórico, porque, pela primeira vez, os quatro bancos públicos estão unidos em prol de um objetivo comum. A união abre um leque de oportunidades, pois aproveita os serviços e a capilaridade dos bancos, que juntos possuem mais de 22 mil pontos de atendimento, em 5.568 municípios”. Serrano comentou ainda que “a atuação conjunta das instituições envolve questões que vão desde transição digital, sustentabilidade e otimização de espaços, até a geração de desenvolvimento local. O protocolo, hoje firmado, vai ao encontro das políticas do governo".

 

Atualmente, a CAIXA mantém os seguintes convênios e parcerias:

■ compartilhamento de rede com o BNB;

■ mais de 100 convênios de pagamento e recebimento com empresas privadas;

■ datacenter (Cidade Digital) construído por meio de PPP com o Banco do Brasil.

 

A estratégia tem potencial de ampliar o alcance e melhorar a experiência dos clientes, resultando em um atendimento mais ágil e eficiente. O protocolo de compartilhamento buscará também a criação de soluções tecnológicas inovadoras, como melhorias relacionadas a sistemas de autenticações com biometria e logins compartilhados.

 

O acordo pode contribuir para o fortalecimento do mercado financeiro nacional e fomento do crescimento econômico. Ainda, a adoção de práticas conjuntas de sustentabilidade e responsabilidade social permitirá que os bancos contribuam de forma mais significativa para o desenvolvimento sustentável e o bem-estar da sociedade.

 

Todas as propostas apresentadas pelo grupo de trabalho serão submetidas à aprovação da governança interna de cada um dos bancos, sem a obrigatoriedade de implementação por quaisquer das instituições financeiras participantes.