Advertisement

Volta Redonda sedia encontro regional sobre Educação Fiscal

Promovido pela Secretaria Estadual de Fazenda, GEFE-RJ reuniu representantes de municípios da região no auditório do Palácio 17 de Julho

 

A Prefeitura de Volta Redonda sediou nesta terça-feira, dia 28, o terceiro encontro regional do Grupo de Educação Fiscal do Estado (Gefe) Itinerante, realizado pela Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz-RJ) e sua Escola Fazendária (Efaz), com o objetivo de promover o Programa de Educação Fiscal. O evento aconteceu no auditório do Palácio 17 de Julho, no Aterrado, e reuniu equipes das secretarias municipais de Fazenda (SMF) e de Educação (SME), além de representantes da área fazendária de outros municípios da região.

 

O encontro teve início com a apresentação de um vídeo do secretário de Estado de Fazenda, Leonardo Lobo, que falou sobre as ferramentas que seriam apresentadas aos participantes e que eles podem ser propagadores da ideia do GEFE-RJ.

 

“A secretaria começou esse programa com um intuito muito claro: mostrar para a nossa população a circularidade dos recursos públicos, desde o momento que a própria população paga seu imposto, seja ele direta ou indiretamente, até o recebimento do serviço público. Isso gera um senso de pertencimento. Mostra que o cidadão é o dono do estado, da cidade, das áreas públicas que são financiadas por esse recurso. Precisamos gerar essa consciência”, disse Leonardo.

 

Em seguida foi a vez da apresentação da mesa de abertura presencial no auditório, que contou com a participação do secretário municipal de Fazenda, Vinicius Arbach, e da subsecretária da SMF, Lygia Morelli, além da equipe da Sefaz-RJ: a coordenadora geral do GEFE-RJ, Joana Alves, e o superintendente de Cadastro e Informações Fiscais da secretaria, Rafael Mandarino de Carvalho Pereira.

 

“Acho importante essa interação da secretaria de Fazenda do Estado com os municípios, para que todos trabalhem em conjunto com o objetivo de melhorar a arrecadação e, consequentemente, o repasse para cada cidade. É uma grande satisfação para o município de Volta Redonda sediar eventos como esse”, afirmou o secretário Vinicius Arbach.

 

Dando início à parte técnica do encontro, a coordenadora Joana Alves apresentou o Programa de Educação Fiscal e os benefícios para a sociedade, e explicou que o objetivo do GEFE-RJ é primeiro levar a informação, apresentar o programa aos gestores e partir daí, o gestor pode criar um programa municipal voltado aos profissionais de educação, que são essenciais nesse trabalho, e também ao restante da população.

 

“É essencial, porque quando a gente leva essa temática para o cidadão, ele começa a ter também conhecimentos, a entender o que é o tributo, para que serve, porque ele paga. O cidadão começa a entender que as políticas públicas têm um tributo que serve para financiar elas. Ele também aprende a controlar os gastos públicos e saber onde ele está sendo aplicado”, explicou Joana, lembrando que o projeto foi iniciado em novembro do ano passado.

 

Em seguida, foi a vez do superintendente Rafael Mandarino, que falou sobre o Índice de Participação dos municípios. Acompanhando as apresentações, o fiscal de Tributos da secretaria de Fazenda de Resende, Lauro Araújo, elogiou o evento.

 

“Entendo que esse tipo de encontro, de integração entre as administrações tributárias dos municípios é muito importante. Nós precisamos de uma série de contatos que são muito produtivos em termos de troca de experiências, de expertise de utilização de ferramentas”, disse Lauro.

 

Ao final do evento, foi realizada uma roda de perguntas e respostas com o público presente. Além de Resende, estiveram presentes representantes dos municípios de Angra dos Reis, Mendes e Vassouras.